Desentupidora e Dedetizadora na Zona Sul, Norte, Oeste, Centro, Leste de São Paulo. Controle de Pragas e Desentupimento - Com os melhores preços.

Desentupidora de esgoto, caixas de gordura, encanador, entupimento, vasos, pias, ralos, tanques. Desentupidora Zona Sul 24 horas.

Translate this Page
ONLINE
1


Desentupidora e Dedetizadora Eclypse

 

Desentupidora e Dedetizadora Eclypse

 

Desentupidora Blog

Nossos Parceiros 

Desentupidora de Pias - Eclypse Desentupidora SP
Desentupidora de Pias - Eclypse Desentupidora SP

Desentupidora de Pias

Desentupidora de pias

A Desentupidora de Pias Grupo Eclypse realiza a raspagem e higienização dos ramais, removendo toda sujeira, desobstruindo o encanamento e normalizando o fluxo de água.

Os trabalhos dos têcnicos de Eclypse são rapidos no desentupimento de pias e de alta qualidade. Atraves de maquina mecânica executamos a higienização dos canos e raspagem das crostas existentes e acomodalas na tubulação, desobstruindo e normalizando o fluxo de água da pia e nos encanamentos.

Com a excelente qualidade nos serviços de desentupimento de pias atendemos dos os segmentos, empresas, escolas, residências, comercios, condominios, industrias entre outros locais.

Evitar Desentupidora de pias

(1°) Nunca jogue na pia da cozinha restos de óleo e de gordura, pois estes materiais se solidificam no interior das tubulações, causando obstruções nos ramais da pia e em toda a rede geral de esgoto.

(2°) Outra dica importante para manter os encanamentos de esgoto limpos. A cada 60 dias, encha a cuba da pia da cozinha com água fervendo e sabão em pó e solte todo o volume de uma só vez. Assim, as placas de gordura em formação são eliminadas do sistema de tubulação.
(3°) Nunca use substâncias corrosivas (tipo soda cáustica ou ácido) para tentar desentupir canos de esgoto. Além de não resolver o problema, estes produtos causam rupturas na tubulação, pois a maioria é feita de PVC.

(4°) Nunca use objetos pontiagudos na tentativa de desentupir tubulações de esgoto. Eles podem causar avarias nas curvas de 45° ou de 90° e dar a falsa impressão de desentupimento enquanto, na verdade, a água pode estar escoando por uma ruptura, se alojando no subsolo e acarretando prejuízos tanto para as fundações como para a estrutura dos imóveis. E quando forem percebidos, os resultados já poderão ter alcançado proporções desastrosas.

(5°) No Brasil, o papel higiênico usado costuma ser descartado em "lixeiras". Nos países desenvolvidos, o armazenamento deste papel sujo é considerado um hábito anti-higiênico. Na Europa, a prática comum é usar a própria rede de esgoto para realizar o descarte. Papel higiênico PODE SER SIM ser jogado no vaso sanitário! Por se dissolver na água, não causa qualquer tipo de entupimento (mesmo em vasos sanitários com caixas acopladas). Quando descartado em quantidades adequadas, o papel higiênico passa naturalmente pelo sistema sifonado do vaso sanitário e se degrada na rede de esgoto. E para desodorizar vasos sanitários, de preferência use pedras sanitárias (daquelas que ficam presas com um fino fio de arame e se dissolvem naturalmente). Suportes de desodorizadores que permitem o uso de refil podem cair no vaso sanitário e provocar entupimentos.

(6°) Caixas de inspeção jamais devem ter tampas lacradas. Apenas devem ser calafetadas com gesso e cimento branco para evitar que exalem mau cheiro proveniente do esgoto e possibilitar a remoção imediata da tampa para executar verificações e manutenções, sem acarretar a necessidade de quebras e causar transtornos.

(7°) Absorventes higiênicos e preservativos JAMAIS devem ser descartados na rede de esgoto sob qualquer hipótese! São potenciais agentes causadores de entupimentos, não são biodegradáveis e os materiais usados em sua composição demoram a se decompor.

(8°) Dedique atenção especial a limpeza dos ralos sifonados. Além de evitar mau cheiro na rede de água servida, eles evitam que resíduos como fios de cabelo e até a gordura que sai de nossos corpos durante o banho chequem a rede de esgoto. Sua manutenção é simples e fácil: basta remover a tampa dos ralos e usar luvas para retirar os materiais que ficam retidos no interior dos sifonados. Realize esta prática com frequência e evite a ocorrência de entupimentos.

(9°) Mantenha limpas as calhas que captam águas provenientes dos telhados. Folhas, fuligem e outros agentes são causadores de entupimentos nestes condutores e a longo prazo pode comprometer a funcionalidade de todo o sistema. As redes, ramais, condutores, calhas e demais mecanismos que fazem a captação de águas pluviais devem ser verificados, limpos e testados sempre antes do início de cada temporada das chuvas.
(10°) Não seja surpreendido! Realizar manutenções preventivas é sempre muito mais barato. Com elas, você economiza tempo e dinheiro. Para uma manutenção segura e garantida, contrate empresas especializadas.

 

topo